top of page

Sinal de Andrômeda para a Terra

Atualizado: 20 de abr.


A humanidade recebeu um sinal SOS extraterrestre?

De acordo com documentos desclassificados do Ministério da Defesa do Reino Unido em 1998 a NASA recebeu um suposto sinal SOS de um planeta condenado fora da Via Láctea. No entanto este caso contencioso foi retido do público devido às suas alegações não verificadas.

Curiosamente, nos arquivos de OVNIs desclassificados havia um arquivo contendo um artigo publicado em 15 de setembro de 1998 no jornal Weekly World News no volume 19, sobrescrito 51. O artigo explicava que em janeiro de 1998 a NASA detectou um sinal SOS extraterrestre mas levou vários meses até que os especialistas conseguissem decodificá-lo.

“Mas apenas nas últimas semanas (continua contando a nota) os radioastrônomos e especialistas encontraram a chave para entender a complexa linguagem baseada na matemática o que lhes permitiu traduzir esse desesperado pedido de ajuda, segundo uma fonte sênior da NASA em Houston. ”, disse o cientista espacial russo Viktor Kulakov, que lidera uma equipe de pesquisa das Nações Unidas de um observatório operado pelo estado a 80 quilômetros a noroeste de Moscou.

De acordo com a análise, é possível que o sinal tenha vindo da constelação de Andrômeda. Além disso a idade aproximada da suposta mensagem era de 80.000 anos, segundo o Dr. Kulakov.

Muito diferentemente do que se pensa, quando algo vem de outra galáxia e chega até nós, como um sinal de rádio por exemplo, de nossa perspectiva e localização, já terá se passado muito tempo até que essa mensagem chegue em relação ao momento presente do mundo de envio. Isso significa que a mensagem não foi para nós, mas sim para alguma civilização vizinha, como fazemos quando queremos enviar mensagens codificadas em código Morse, só que neste caso, o código era de uma linguagem extraterrestre de outro mundo. Quando a mensagem foi interceptada, milhares de anos já tinha se passado e decorrido do tempo de quando foi enviada devido as enormes distância entre nós e eles, e da mesma forma vale para os acontecimentos.

Se agora na galáxia de Andrômeda, por exemplo, um planeta sofre uma explosão, terá se passado milhares de anos do momento desse acontecimento quando observado de nosso ponto de vista, até que o pedido de socorro emitido alcance nosso planeta. A terra captou o sinal de rádio, mas a mensagem de pedido de socorro, não era para nós, mas sim para alguma outra civilização mais próxima que esperavam que os escutasse na esperança de serem ajudados. A terra apenas captou a mensagem daqui, o sinal emitido foi interposto, no entanto ele não foi emitido em nossa direção, e nem para que nós o captássemos, tão pouco o pedido de ajuda direcionado.

Devido a atuais equipamentos tecnológicos de que dispomos, podemos hoje captar sinais distantes de outras galáxias e sistemas solares com civilizações formadas, e até intercepta-los, mas o que foi detectado e denunciado, não foi emitido na intenção de nos atingir. Imagine a quantidade de sinais de rádio de outros mundos que a NASA conseguiu "ouvir", captar daqui nos últimos anos de desenvolvimento tecnológico cada vez mais crescente com tecnologias de recepção a rádio cada vez mais avançadas. Eles devem ter um arquivo de áudio e uma coleção inteira de transmissões de outros mundos distantes trancadas em segredo, de informações que nunca irão compartilhar conosco.

A linguagem do sinal era tão diferente que ainda hoje sua tradução não é de todo completa, e que ainda continua desconhecida para nós. Alguma parte da mensagem conseguiu ser traduzida depois de anos do sinal ter sido interceptado, no entanto o conteúdo completo da mensagem e tradução de sua linguagem na íntegra, ainda é intraduzível. O que se sabe porém pelas informações que foram obtidas pelos agentes governamentais que estavam envolvidos nessa cúpula secreta, é que o sinal se tratava de um pedido de socorro de um mundo distante que passava por alguma destruição apocalíptica.

15 de setembro de 1998 no jornal Weekly World News, no volume 19, sobrescrito 51.

“O simples fato de termos recebido e decodificado a mensagem demonstra sem sombra de dúvida que o conhecimento e a tecnologia daquela civilização eram melhores do que os que temos atualmente em nosso planeta”, explicou o médico. E embora eles tivessem muitos anos de evolução pela frente posso dizer com certeza que a morte de sua civilização não foi resultado de uma catástrofe cósmica. Foi o resultado do colapso da civilização sobre si mesma, possivelmente pelo uso devastador de algum tipo de arma nuclear.”

Independente da distância, o futuro dos mundos físicos em sua grande maioria infelizmente tem sempre o mesmo desfecho, e um destino não muito diferente do nosso, de uma destruição determinada que mundos tridimensionais passam depois de um período de tempo que se mantiveram contaminados. O destino das civilizações tridimensionais distantes não é diferente da terra. Se um determinado mundo passa por assolações destrutivas é porque sua civilização se corrompeu diante das leis eternas do CRIADOR que é responsável por manter todos os mundos em direção a evolução espiritual perfeita, que uma vez não optada e seguida pela escolha das criaturas, essa vontade oposta condiciona esses mundos fracassados a um extermínio para o surgimento de outro mais evoluído.


A história se repete em um universo de terceira dimensão porque o mesmo está destinado a acontecer com a terra no seu estágio final de degradação, desconsiderando a importância de sua localização ou distância.

Existem mais "fazendas" além daqui.

O universo inteiro está repleto de fazendas que tiveram suas propriedades invadidas, e conosco não foi diferente. Todos nós iremos ter que transpor as mesmas vias e atravessar pelas mesmas barreiras de um triste destino, que nós mesmos criamos, e que nossa descendência verá, a humanidade inteira ruir e ser destruída. É o que está destinado a acontecer com mundos que decidiram não evoluir em direção a um patamar espiritual superior, quando não permitiram elevar suas dimensões através da prática de um conhecimento superior perfeito, que em nada tem a ver com o conhecimento finito ou com o aprendizado de natureza dos mundos físicos.

O Dr. Kulakov recusou-se terminantemente a fornecer qualquer chave para a transcrição da mensagem, mas disse que começou com uma declaração de culpa, depois seguiu o pedido de ajuda e passou a fornecer dados de localização com a posição exata do planeta condenado.

“Houve um relato muito lúcido de sua devastação apocalíptica, explosões infernais, morte generalizada e doenças terminais”, disse Kulakov. É possível que tenha havido uma chuva de meteoros. Mas além de tudo isso a mensagem continha o sentimento subjacente e a aceitação de culpa. É como se os remetentes das mensagens reconhecessem que o fim de seu planeta foi culpa deles. E o que quer que fosse eles aparentemente não tinham meios para evacuar a população restante, já que as viagens espaciais interplanetárias estavam disponíveis para eles, mas apenas em um nível muito limitado. A mensagem deixa muito claro que eles estavam presos em seu mundo”, disse o médico.
Nenhum mundo pode fugir das sentenças apocalípticas determinadas em qualquer instância de tempo a destruí-los em qualquer um dos quadrantes cósmicos, suas civilizações condenadas não podem pegar uma nave e partir para outro planeta para encontrar possibilidades novas de recomeço, com condições que lhes sejam favoráveis a continuar a perpetuar seus desvios e estados pessoais deprimentes contrários a todos os mandamentos da luz. Isso é o que os controladores das trevas querem que você imagine que irá acontecer com a terra, o sonho de viajar com caravanas espaciais até Marte, porque a ciência diz que você pode "fugir", mas eles mesmos sabem que isso não pode ser possível. Os nativos sofrem e perecem dentro de seus próprios mundos que construíram com suas maldades quando aceitaram ser favoráveis a todas as influências malignas absorvidas que dominaram suas almas.

Tudo o que desobedece as leis eternas do CRIADOR que promove vida perfeita no universo inteiro, é maldade.

A mensagem parece ter como tradução principal, que a aniquilação do desastre de um mundo distante por uma mensagem de rádio, foi culpa deles, e que infelizmente aquela altura, já era tarde demais. O nosso mundo caminha para um mesmo destino, para um mesmo desfecho, e para um mesmo fim. A cronologia espacial de nosso tempo é diferente de outras civilizações, mas o destino de nosso futuro entretanto, é o mesmo do deles. Todos os mundos tridimensionais rebeldes caminham para um mesmo fim. Um dia também iremos bradar gritando para longe daqui aos berros a outros ouvidos, de um pedido de socorro em vão, que não poderá ser atendido, como o foi de outras civilizações extintas. O planeta inteiro será destruído. Para replantar uma fazenda nova com vegetação diferente, a anterior precisa ser toda destruída, arada completamente, para que uma plantação mais perfeita surja no lugar.

O que aconteceu com essa civilização não se trata de um fato novo, mas de um acontecimento certo definido pelas hierarquias celestiais superiores, prontamente marcado e separado a cada história planetária, sentenciando cada mundo transgressor que não aderiu as leis cósmicas sagradas.

A terra é o centro do mal, se tornou o centro do mal, e não há mais como reverter isso, não há retrocesso, é a descida da ladeira até se espatifar. Hoje podemos ouvir gritos de pavor ecoados no espaço por civilizações a distância enormes daqui. Milhares de mundos no universo estão findando seus tempos e tendo seus juízos. Um horror cósmico acontece por toda parte e vai chegar nossa vez, porque o planeta que estamos não tem um história diferente de seus outros irmãos. O universo em si mesmo não foi criado para tolerar atos rebeldes de criaturas que são infinitamente inferiores a seu CRIADOR.

O extermínio das civilizações já tem os seus próprios culpados.

Toda rebelião contra a luz suprema que nos criou não permanece impune, e isso vale para a terra. No tempo certo, o Juízo Universal chega, e todos os corruptos pagarão o preço de seus atos em desacordo ao aprimoramento espiritual elevado que nunca houve, e responderão por isso, por suas transgressões praticadas e degradação sem melhora. São os mundos ausentes de arrependimento, desprovidos de avanço e de nenhuma humanidade, dilacerados pelo controle de uma Matrix que substituiu o verdadeiro mundo deles por outro falso, quando os fizeram viver por uma mentira através de um engano que foi incutido em suas próprias mentes. Uma mente enganada não pode reter nenhum conhecimento elevado. Muitas civilizações aceitaram o desfrute indecoroso e pecaminoso sem sentir remorso. A noção de pecado se refere a tudo aquilo que infringe e contraria totalmente as leis eternas sagradas condicionando suas populações a uma não elevação e aprimoramento de todos os mundos e suas civilizações.

É impossível que uma criatura do universo saiba mais que seu CRIADOR.

Quando criaturas soberbas chegam ao ponto de considerar que podem tomar ações por si próprios a ponto de quererem revogar e governar com suas próprias leis, insurgindo e se auto direcionando com sua liberdade a uma condução que esteja isenta de orientação interna quanto a presença de um poder supremo maior, rapidamente esses mundos caem em um estado vertiginoso de decadência espiritual crescente até serem completamente destruídos pela permanência de seus maus atos e de suas civilizações corrompidas, que mais a frente, devido o curso de suas evoluções naturais, terão se tornado totalmente desumanas e por isso destruídas.

A rebelião contra a luz se estendeu por todo o cosmo contaminando milhares de criaturas de vontade. O ato rebelde consciente é o que cria a inconsciência e devasta milhares de mundos em muitos tempos diferentes.

O sinal mencionava os detalhes exatos da localização e o quão desesperada a civilização alienígena estava por ajuda. Também foi mencionado o processo apocalíptico que sofreram, que incluiu explosões, mortes em grande escala, doenças fatais desconhecidas, entre outros eventos. Especialistas dizem que apesar de terem a capacidade de fazer viagens interplanetárias já eram capazes de enviar uma mensagem tão longe que é mais provável que essas naves pudessem acomodar apenas um número limitado de pessoas. Na verdade, o sinal falava de estar “preso” dentro de um Mundo em declínio.

Isso deveria nos soar familiar porque a prisão citada por eles, é a mesma da terra.
Depois disso o Dr. Kulakov aparentemente foi tornado invisível pela NASA, removido dela e apagou qualquer rastro de ligação com a agência. Ficou apenas como nota curiosa, como testemunho atípico o artigo publicado no Weekly World News jornal que não só desapareceu como publicou material rotulado como paranormal, de modo que seu depoimento nem sempre recebeu credibilidade e foi bem incrédulo e absolutamente ignorado dentro dos círculos científicos.

É evidente que a NASA tentou encobrir, e o pedido de socorro de outra galáxia foi considerado falso por um especialista em OVNIs chamado Robert Kiviat.

Ainda assim há quem considere que o seu testemunho é verdadeiro.

Bem sempre há quem acredite que a NASA mentiu desde o início e que não seria estranho que isso fosse mais um encobrimento.


É como respondeu uma vez em uma entrevista um famoso cientista da NASA quando um repórter lhe perguntou ...

O NASA mentiu em alguma coisa para nós???

No que o cientista supreendentemente responde ...

A NASA não mentiu sobre algumas coisas ...
A NASA mentiu sobre tudo.



63 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page